sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Oficina de Estudos Étnicos Raciais e TIC

A formadora Naderge Nascimento do NTE Rio Branco e Nelson Junior da UFAC, estiveram dia 16 de outubro, no município de Sena Madureira, com o objetivo de discutir atividades pedagógicas com o uso de ferramentas digitais para integrar os estudos étnicos raciais na rotina das turmas de 1º ao 5º ano da e Escola Municipal Euclides Feitoza Cavalcante, onde participaram professores e gestores da referida escola. Além de participação na oficina gestores, professores e alunos responderam questionários e deram entrevistas para a pesquisa do CNPq.

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

NAVIO NEGREIRO



 Vídeo da música apresentada na Oficina Étinico Racial e TICs, na escola Mariana.

Lição do dia!!!

 O QUE FAZ O BALÃO SUBIR?
 
Era uma vez um velho homem que vendia balões numa festa.
Para atrair compradores, o homem deixou um balão vermelho soltar-se e elevar-se nos ares.
Estava ali perto um menino.
Estava observando o vendedor e, é claro apreciando os balões.
Depois de ter soltado o balão vermelho, o homem soltou um azul, depois um amarelo e finalmente um branco.
Todos foram subindo até sumirem de vista.
O menino, de olhar atento, seguia a cada um.
Ficava imaginando mil coisas…
Uma coisa o aborrecia, o homem não soltava o balão preto.
Então aproximou-se do vendedor e lhe perguntou:
- Moço, se o senhor soltasse o balão preto, ele subiria tanto quanto os outros?
O vendedor de balões sorriu compreensivamente para o menino, arrebentou a linha que prendia o balão preto e enquanto ele se elevava nos ares disse:
- Não é a cor, filho, é o que está dentro dele que o faz subir.
A diferença da nossa vida não está na aparência e sim no conteúdo.
(Autor Desconhecido)


quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Roteiro das atividades na Oficina Étnico racial e TIC



“Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele, por sua origem ou ainda por sua religião. Para odiar as pessoas, as pessoas precisam aprender, e se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar.” 
Nelson Mandela
Oficina étnico racial e TIC:
Escola Mariana da Silva Oliveira
Objetivo:
Discutir propostas de atividades pedagógicas com uso de ferramentas digitais para integrá-las nos Estudos étnicos raciais para a rotina das turmas de 1º ao 5º ano da escola Mariana de Oliveira.
Carga horária: 3h
Roteiro das atividades e recursos (projetor multimídia, editor de desenho Tuxpaint, Powerpoint, Google Imagens, Site Mapas para colorir, DVD A Cor da Cultura, Google tradutor, Dicionário Online Priberam, Editor de texto - Kword, Editor de planilha eletrônica – Kspread, blog da formação - http://ucaprofessoresmariana.blogspot.com.br):
ü  Após cumprimentos e apresentações (destaque para a equipe especializada), apresentar a proposta da oficina;
ü  1 – Propor debates sobre os preconceitos existentes no imaginário coletivo sobre a África, a partir da atividade com o mapa no TuxPaint; - Lucilene;
ü  2 – Música 1 – Exibir o videoclipe da Loirinha Bombril, exploração de vocabulário, busca em dicionários, tradutores, interpretação e paródia; leitura compartilhada; usar o mapa do Brasil para colorir as regiões em acordo com a leitura da letra da música; apresentar para a turma o mapa do Brasil com legendas/caricaturas e propor que a turma observe a 2º estrofe da letra da música Lourinha Bombril e a partir deste verso identifique no mapa a origem das mulheres que o autor cita; a música trata subjetivamente da miscigenação de cultura, raça...Pedir que a turma, utilizando a ferramenta digital, idealize a Loirinha Bombril (meninas NTE). – Gleice;
ü  3 – Comentar sobre a poesia clássica Navio Negreiro de Castro Alves com informações do contexto histórico e breve biografia, exibir o comentário do slide, tocar a música  Navio Negreiro (Rodolfo Minari) e interpretação da letra; mostrar o comentário do autor da música; propor a criação de uma poesia sobre os negros no editor de texto Kword - Docarmo;
ü  4 – Aplicar o teste com 3 professores voluntários (que boneca é bonita? Que boneca é legal? Que boneca é má? Que boneca é agradável? Que boneca é feia? Que boneca parece com você?), anotar no quadro o resultado do teste; exibir os vídeos do inglês e CQC com o Teste da boneca; propor encenação dessa vivência com as crianças, fazer a filmagem; elaborar planilha eletrônica com os dados do teste (kspread); - Naderge;fazer roda de conversa sobre as bonecas que trouxeram de casa, confeccionar bonecas negras com material reciclado;
ü  5 – Contação de história digital: A partir da história O cabelo de Lelê – versão em vídeo (http://www.youtube.com/watch?v=RriQiWMnDXU) e versão do livro (http://issuu.com/lucileneamorim/docs/o_cabelo_de_lel___-_val__ria_bel__m);  interpretação oral, escrita; apresentar o vídeo Nadí, fazer um paralelo com O cabelo de Lelê e provocar reflexões a cerca das duas histórias, enfatizando como isto pode atingir a autoestima, prejudicando o desempenho da criança, inclusive em sala de aula; propor uma comparação positiva, onde a turma perceba que o cabelo diferente não é mais feio ou mais bonito, somente diferente. Depois elaborar um painel com as fotos, imagens com representação de todos(as) da turma; - Gleice/Lu
ü  Lançar um desafio aos professores: Conversar sobre as sugestões e ponderar quais funcionariam em sua turma e como planejar adaptações no forma de Rotina;
Avaliação
ü  Postar no blog as impressões sobre a oficina.
Referências:
Clipe da música Lourinha Bombril. Disponível em http://www.youtube.com/watch?v=i9x38DPKfnE  Acesso em: 21 ago. 2013.
Diretrizes Curriculares Nacionais Para A Educação Das Relações Étnico-Raciais e Para o  Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana. Disponível em http://www.sinpro.org.br/arquivos/afro/diretrizes_relacoes_etnico-raciais.pdf . Acesso em: 21 ago. 2013.
Orientações e Ações para a Educação das Relações Étnico-Raciais. Disponível em
O Navio Negreiro. Disponível em http://www.culturabrasil.pro.br/navionegreiro.htm Acesso em: 21 ago. 2013.
Poema navio Negreiro. Disponível em http://www.culturabrasil.pro.br/navionegreiro.htm. Acesso em: 21 ago. 2013.

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Oficina étnico racial e TIC

No dia 27 de agosto, a Equipe UCA-SEE e a Equipe Coordenação de Educação para os Direitos Humanos (Relações Étnicos Raciais)  ministram oficina com o objetivo  de discutir propostas de atividades pedagógicas com uso de ferramentas digitais para integrá-las nos Estudos étnicos raciais na rotina das turmas de 1º ao 5º ano da escola Mariana de Oliveira. 


segunda-feira, 20 de maio de 2013

Consolidando ações de formação para a sustentabilidade do Projeto UCA na EMEF Mariana da Silva Oliveira

Encontro de Formação com a Equipe do Núcleo de Tecnologia do Estado - NTE

No grupo de estudos realizado no dia 09 de abril de 2013, contamos com a presença da equipe de formadores do NTE-Acre, Lucilene Amorim, Naderge, Gleice e Maria do Carmo. As formadoras desenvolveram uma oficina de apropriação tecnológica com o uso do UCA, que será aplicada em sala de aula pelos professores, com a temática voltada ao dia das mães.